Confiança do consumidor e do empresário anima mercado de embalagens

por Lucas Mazzolenis
0 comentário

A empresa Mazurky, do setor de papelão ondulado, já colhe resultados positivos e tem boas expectativas para os próximos meses

Com os índices de confiança do consumidor e do empresário elevados, a indústria de papelão ondulado está otimista quanto ao crescimento do setor. Dados da FGV (Fundação Getulio Vargas), divulgados nesta segunda-feira (23), apontam que a confiança do consumidor atingiu 89,7 pontos, registrando o maior nível desde março (91 pontos). Já o Índice de Confiança do Empresário Industrial, apresentado na última semana, marca 59,4 pontos.

Matéria-prima de embalagens para armazenar e transportar produtos, o volume de vendas de papelão ondulado serve como um termômetro para a atividade econômica do País e a Mazuky, empresa do ramo sediada em São Bernardo do Campo, está animada com os índices e já vem sentindo efeitos positivos. Em agosto, a Mazurky registrou alta de 4,5% no faturamento, na comparação com o mês anterior. “É um crescimento modesto, mas importante perto do cenário mercadológico, que vem retomando aos poucos”, fala o diretor da Mazurky, Eduardo Mazurkyewistz.

Em sua avaliação, as perspectivas de aprovação da reforma da Previdência e de avanços na discussão da reforma tributária, e o início da liberação dos saques do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) têm ajudado a movimentar o cenário econômico.

A proximidade da Black Friday, que acontecerá no dia 29 de novembro e se tornou ação popular no Brasil, traz expectativas ainda melhores. Pesquisa feita pelo Google em parceria com a consultoria Provokers, mostra que a intenção de compra aumentou para todos as categorias neste ano. “A data nos traz excelentes expectativas, assim como a antecipação do Natal, já que o mercado começa a movimentar um mês antes”, lembra Mazurkyewistz.

Compartilhar

Você pode gostar

Deixar um comentário