Importância da etiquetagem durante a pandemia

por embala_ne
0 comentário

Importância da indústria de etiquetagem na cadeia de abastecimento durante a pandemia

 

Elemento fundamental para o bom funcionamento da cadeia de suprimentos, as etiquetas são o RG da embalagem, a garantia para o consumidor de que determinado produto cumpre as normas obrigatórias para ser comercializado e, portanto, está dentro dos padrões necessários de qualidade.

Na atual situação de alarme de saúde, essa função ganhou ainda mais importância. A população está mais atenta à origem, composição, condições de produção, percurso da cadeia produtiva, reciclabilidade e em qualquer outro aspecto contemplado na etiquetagem, principalmente de alimentos e itens de consumo doméstico.

Também é preciso destacar que os hábitos de compra mudaram significativamente no último ano, com um aumento exponencial no comércio online. Portanto, as empresas de distribuição também tiveram que se adaptar, assim como o restante dos envolvidos na cadeia de suprimentos, incluindo os fornecedores de etiquetagem.

Assim, empresas especializadas em sistemas de codificação e marcação adaptaram a montagem de seus equipamentos de acordo com os novos requisitos de prevenção à saúde. A automatização de processos e o fato de prestar um serviço integral, que minimiza a intervenção humana, proporciona otimização de custos e tempo e facilidade de adaptação de qualquer linha de produção às necessidades do mercado.

Durante a pandemia, a demanda por determinados produtos, principalmente de alimentos e higiene, teve picos maiores do que o normal. Este tem sido um desafio muito importante para a cadeia de abastecimento, que tem sido capaz de responder de forma otimizada graças à eficiência dos sistemas de etiquetagem.

Outro setor que tem sido sobrecarregado pela demanda é o farmacêutico, primeiro para a distribuição de elementos de proteção e prevenção, como máscaras, luvas e géis hidroalcóolicos, e depois para o fornecimento de vacinas contra a Covid-19. Não podemos esquecer que qualquer item que passe pela cadeia de suprimentos deve ser corretamente codificado.

A inovação tecnológica é um fator que favorece a superação de obstáculos que, anos atrás, seriam difíceis de administrar. Equipamentos de impressão da mais alta precisão, adaptáveis ​​a qualquer linha de produção e capazes de atender aos requisitos de maior velocidade sem penalizar a qualidade, são uma ferramenta essencial.

 

Dentre os maiores desafios da indústria de etiquetagem, destacam-se:

– Precisão de informações: a complexidade de consolidar a gestão dos processos de rastreabilidade, saúde e segurança associada ao grande aumento das operações de comércio online. Na cadeia de suprimentos automatizada, a precisão das informações compartilhadas entre todos os envolvidos é crucial; e o elemento que o transmite é o rótulo.

– Padronização: A padronização do processo de etiquetagem e a consolidação da automação que, prevendo o aumento da demanda, evita erros relacionados às operações manuais.

– Tecnologia RFID: trata-se de uma solução ágil e eficiente para o compartilhamento de informações entre os diversos agentes envolvidos na cadeia de suprimentos. No entanto, requer o compromisso dos fornecedores de etiquetagem.

– Sustentabilidade: o aumento das remessas e a necessidade de responder rapidamente à demanda não podem prejudicar o compromisso com o meio ambiente. Por isso, sistemas de impressão que respeitem o meio ambiente são a melhor solução.

Fonte: Adaptado do site da UBSCode (https://www.ubscode.com/pt-pt/news/80/the-importance-of-labeling-in-the-supply-chain-during-the-pandemic)

Compartilhar

Você pode gostar

Deixar um comentário